Em quatro anos, Curitiba terá mais idosos do que crianças

Segundo projeção populacional recente realizada pelo Instituto Paranaense Econômico e Social (Ipardes), em 2022, Curitiba terá mais moradores acima dos 60 anos do que crianças e pré-adolescentes com até 14 anos.

O estudo indica que a população em quatro anos deve ser de 1.937.699 pessoas, sendo 17,16% com mais de 60 anos e 17,07% crianças ou pré-adolescentes com até 14 anos. O restante (65,77%) representará quase 1,3 milhão de pessoas em idade ativa (de 15 a 59 anos). E a expectativa é que a população idosa continue ultrapassando a mais nova. Até 2040, os mais velhos serão 27,86% da população curitibana, enquanto os mais novos representarão 12,88%.

“Nesse contexto, preparar-se para a velhice é fundamental. É importante termos um planejamento não só financeiro, como também jurídico para lidar com algumas questões que essa fase da vida nos traz”, comenta a advogada Carla Barusso, da CBMH. Entre os assuntos legais que devem ser tratados estão a organização de documentos essenciais, sucessão, testamentos, entre outros.